Sigilo e Privacidade

A Orientação Psicológica é sigilosa, respeitando o código de ética profissional do Psicólogo. (Clique aqui para visualizar o código de Ética)

É importante enfatizar que a orientação psicológica não substitui a psicoterapia. Conforme as normas estabelecidas na  Resolução CFP Nº 11/2012, a orientação psicológica é pontual e informativa.

Para as pessoas menores de 18 anos receberem o atendimento on line é necessário autorização do responsável por escrito.

O paciente deve estar em local reservado e privativo, preferencialmente em computador próprio e, se possível, fazendo uso de fone ou headset para garantir a qualidade do som e principalmente para garantir a privacidade e sigilo do atendimento.

Não é indicada a realização da sessão com uso de internet pública ou em cyber cafés e lan houses em virtude do sigilo e da privacidade.

OBS.:  As indicações acima são necessárias uma vez que é dever da psicóloga tomar precauções e adotar procedimentos técnicos que garantam o sigilo da comunicação e que reduzam a vulnerabilidade do meio eletrônico e solicitar aos pacientes que façam o mesmo. Apesar do psicólogo guardar o sigilo profissional, especialmente através de usos de programas seguros (SKYPE e GOOGLE HANGOUT) e de redes seguras, os meios eletrônicos são passíveis de falha quanto ao sigilo, dessa forma as precauções de segurança também devem ser adotadas por cada paciente.